"A Menina do Salão" dos brasileiros Criolina chega esta sexta-feira à Casa da Música

A dupla Luciana Simões e Alê Muniz

A dupla formada por Alê Muniz e Luciana Simões apresenta-se no Porto e em Lisboa.

A estreia em Portugal do projeto Criolina, da dupla Alê Muniz e Luciana Simões, acontece já amanhã, 1 de junho, na Casa da Música. Segue-se um showcase intimista na FNAC Vasco da Gama (a 14 junho, às 21.30, com entrada gratuita) e mais dois concertos na capital: no EKA Palace (a 15 junho, às 21.00) e no Auditório LEAP, no Centro Empresarial das Amoreiras (a 16 junho, às 21.30).

Com sonoridades que vão do afrobeat, ao funk, passando pelo rock e pelo Ska, a dupla apresentou-se ao público português com o Menina do Salão.

Com três álbuns e um EP na bagagem, Alê Muniz e Luciana Simões, naturais do Maranhão, foram influenciados por estilos tão díspares quanto a música crioula, música caribenha e jamaicana. A tudo isto juntaram os beats da música eletrónica, mas também do funk, do rock e do ska.

O início foi em 2007, ano em que editaram o primeiro álbum. A Criolina seguiu-se Cine Tropical, em 2011, trabalho qual o qual conquistaram o Prémio de Música Brasileira 2011 na categoria de "Melhor Álbum", figurando ainda na lista "20 Melhores Cd"s do Ano de 2011" do jornal O Estado de São Paulo.

O público teve de esperar mais cinco anos para ouvir novidades da banda, que em 2016 editou o EP Latino Americano. No ano seguinte chegou Radiola em Transe, terceiro disco de originais, com treze novas faixas que fazem uma incursão pela música psicadélica e a sonoridade dos anos 1970.

Gravado em São Paulo, e já lançado em todo o Brasil, Radiola em Transe é agora lançado e apresentado em Portugal pela dupla do Maranhão.