Premium Festivais rendem 91 milhões em 8 meses a patrocinadores

As principais marcas associadas aos festivais de música de verão obtiveram, este ano, um retorno avaliado em 91 milhões de euros. Mais do que um simples patrocínio ou a compra do nome, investir num festival de verão implica uma espécie de casamento com quem o organiza, gerando lucros para todos os envolvidos, num negócio de milhões - e em franco crescimento, blindado por cláusulas de confidencialidade.

O retorno para as marcas é avaliado pelo mediatismo do evento. Quanto mais aparece nos meios de comunicação e agora também nas redes sociais, mais lucrativo será para quem investe nele.

A Media Monitor, do grupo Marktest, avaliou o retorno das marcas que investem nestes festivais e concluiu que só as 15 primeiras marcas totalizam perto de 100 milhões de euros. No top 5, estão a Nos, Meo, Vodafone, Super Bock e EDP, todas com um retorno financeiro acumulado superior a dez milhões. No caso da Nos, que tem o nome em dois festivais (Nos Alive e Nos Primavera Sound), esse valor supera os 20 milhões.

Leia mais em Jornal de Notícias

Relacionadas

Exclusivos