Bolsonaro tem declaração em que diz que "o cinema brasileiro precisa de um filtro"

Bolsonaro tem declaração em que diz que "o cinema brasileiro precisa de um filtro"

Filipe Amorim / Global Imagens

O ator que interpretou Pablo Escobar na série Narcos está em Lisboa como júri do festival de cinema LEFFEST. Foi aí que apresentou a sua primeira longa-metragem, Marighella, que será também exibido no Centro Olga Cadaval. O filme está proibido de se estrear no Brasil.

A fila para assistir ao filme Marighella dava a volta ao Teatro Tivoli, em Lisboa, e a sessão com o ator e realizador Wagner Moura, acompanhado do argumentista Filipe Braga e de Paulo Branco, gerou uma onda gigante de aplausos e palavras de ordem ditas em português do Brasil. As razões que uniram os espetadores eram tanto exteriores ao filme como sobre o que se ia ver e no final a conversa com o público fez confluir as duas situações.

Leia mais Diário de Notícias

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG