Pintura foi roubada pelos nazis a família judia há 76 anos. Agora, o FBI devolveu-a

Pintura foi roubada pelos nazis a família judia há 76 anos. Agora, o FBI devolveu-a

A pintura do holandês Salomon Koninck regressou aos seus legítimos proprietários, uma família francesa judia, 76 anos após ter sido roubada pelos nazis, em França, durante a Segunda Guerra Mundial.

O quadro Um filósofo afiando a sua pena, pintado por Koninck em 1639, foi entregue à família Schloss, numa cerimónia realizada no consulado francês em Nova Iorque, Estados Unidos, com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros daquele país europeu, Jean-Yves Drian.

"Foi roubado no nosso território pela Gestapo e levado para Munique com a cumplicidade de colaboradores franceses, em 1943, e tinha sido perdido o seu rasto", explicou Drian, que estava acompanhado pelo procurador do distrito sul de Nova Iorque, Geoffrey Berman, e um representante do gabinete de investigação criminal do FBI em Washington, Michael Driscoll.

Leia mais em TSF

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG