Início » A pergunta-chave (e outras 42) para escolher o júri que vai julgar Trump

A pergunta-chave (e outras 42) para escolher o júri que vai julgar Trump

O processo pode demorar uma semana ou mais e marca o inicio do primeiro julgamento criminal de um ex-presidente norte-americano. Republicano denuncia “perseguição política”.

O primeiro julgamento criminal de um ex-presidente norte-americano começou esta segunda-feira em Manhattan com a difícil escolha dos 12 jurados (mais seis suplentes) que serão responsáveis por decidir se Donald Trump é ou não culpado de 34 crimes de falsificação de registos empresariais de forma a comprar o silêncio de uma estrela pornográfica com quem alegadamente teve um caso – ele nega tudo – e, dessa forma, influenciar as presidenciais de 2016.

O processo de escolha de jurados deverá demorar cerca de uma semanas (alguns falam em até duas) e começa com a resposta das centenas de nova-iorquinos chamados a cumprir o dever de júri a uma só pergunta, depois de lhes ser apresentado por alto o processo: “Conseguem ser justos e imparciais?” Aqueles que passam o primeiro teste – e os que não passam são de imediato excluídos – têm depois de responder a outras 42 perguntas mais pormenorizadas.

“Que jornais, canais de televisão ou redes sociais lê, vê ou utiliza? Você ou algum familiar ou amigo próximo alguma vez trabalharam para uma empresa de Donald Trump ou da família? Alguma vez esteve num comício de Donald Trump? Alguma vez esteve num evento de alguma organização ou grupo anti-Trump? Segue ou alguma vez seguiu Donald Trump nas redes sociais?” Estas são apenas algumas das perguntas que os jurados vão ter de responder, além do básico de em que bairro vivem, o que estudaram ou onde trabalham. O seu nome não é revelado.

Leia mais em Diário de Notícias

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!