Início Atualidade ONU “horrorizada” com lei contra a homossexualidade aprovada no Uganda

ONU “horrorizada” com lei contra a homossexualidade aprovada no Uganda

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos declarou-se esta segunda-feira “horrorizado” com a aprovação de uma nova lei contra a homossexualidade no Uganda, que prevê longas penas de prisão e a pena de morte para certos crimes.

“Estamos chocados com o facto de este projeto de lei draconiano, discriminatório e anti-homossexual se ter tornado lei”, declarou o gabinete dirigido pelo Alto-comissário da ONU, Volker Türk, na sua conta oficial do Twitter.

“É uma receita para futuras violações sistemáticas das pessoas LGBTQ e da população em geral, criando um conflito com a Constituição e os tratados internacionais, e deve ser efetuada uma revisão judicial urgente”, acrescentou o gabinete, que já tinha condenado o projeto de lei.

Leia mais em TSF

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!