Início » Macau regista mais de um milhão de turistas

Macau regista mais de um milhão de turistas

Mais de um milhão de turistas visitaram Macau no primeiro mês do ano, uma subida de 101,3% em termos anuais e de 259% em termos mensais, indicam os últimos dados divulgados hoje.

Macau regista mais de um milhão de turistas em janeiro

Devido ao fim das restrições contra a pandemia da covid-19 e aos feriados do ano novo lunar, os números de turistas (816.199) e de excursionistas (581.549), num total de 1.397.748, subiram 234,5% e 29,1%, respetivamente, em termos anuais, indicou a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

Leia também: Ano Novo Chinês: mais do que esperado

A maioria dos visitantes (991.641) continua a ser oriunda da China, tendo subido 54,5% em termos anuais. O número de visitantes de Hong Kong (356.958) subiu 704,3% e os de Taiwan (18.868) 139%, indicou.

No ano passado, a região administrativa especial chinesa perdeu 33,7 milhões de visitantes, quando comparado com os números de 2019, ano em que se registou o recorde de 39,4 milhões de visitantes.

Mas, de acordo com os dados da DSEC, o número de visitantes em 2022 (5,7 milhões) caiu também 26% face a 2021.

Em dezembro, o número ainda decresceu 52,6% em relação ao mesmo mês de 2021, devido às restrições fronteiriças e à vaga de casos de covid-19 que atingia a China continental, de onde chega a esmagadora maioria dos visitantes.

Leia também: Despesa pública de Macau sobe em 2022, com receita sobre o jogo a cair 43,6%

Macau seguiu, até dezembro, a política chinesa de ‘zero covid’, tendo registado uma queda do número de visitantes, com grande impacto na atividade económica do território, na sequência de vários surtos na região e no continente.

As seis operadoras de casinos na região, MGM, Galaxy, Venetian Macau, Melco, Wynn e SJM, com as concessões do jogo já renovadas para mais dez anos, têm acumulado prejuízos sem precedentes devido à queda do número de visitantes, sobretudo da China.

*Com Lusa

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!