TSE pode tornar Bolsonaro inelegível, mas prisão é improvável - Plataforma Media

TSE pode tornar Bolsonaro inelegível, mas prisão é improvável

Investigado pela Polícia Federal sob suspeita de autoria intelectual dos ataques golpistas de 8 de janeiro em Brasília, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) enfrenta no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o principal risco de responsabilização até o momento.

Especialistas em direito ouvidos pela Folha apontam que o ex-presidente poderá responder nas esferas penal, cível e administrativa caso surjam provas de envolvimento direto no episódio.

Na esfera eleitoral, há 16 ações em tramitação contra Bolsonaro. A mais avançada foi apresentada pelo PDT após um encontro do então presidente com embaixadores, em julho do ano passado, no qual ele atacou o sistema eleitoral.

A pedido da sigla, no dia 16 deste mês, o corregedor-geral eleitoral, ministro Benedito Gonçalves, incluiu no processo a minuta de um decreto para que Bolsonaro instaurasse estado de defesa no TSE e revertesse o resultado das eleições.

A existência do documento, encontrado na casa do ex-ministro da Justiça Anderson Torres, foi revelada pela Folha.

Gonçalves afirmou que há “inequívoca correlação entre os fatos e documentos novos” com a narrativa apresentada por Bolsonaro no encontro que motivou a ação.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Related posts
BrasilPolítica

Quem vai herdar o espólio eleitoral de Jair Bolsonaro?

BrasilPolítica

PGR apresenta mais 150 denúncias contra suspeitos de participação em atos golpistas

BrasilPolítica

Mesmo sob risco de ser deportado, Bolsonaro não quer voltar ao Brasil: teme ser preso

BrasilPolítica

Bolsonaro terá que passar por cirurgia quando voltar ao Brasil

Assine nossa Newsletter