Rússia e China realizarão exercícios navais conjuntos nesta semana - Plataforma Media

Rússia e China realizarão exercícios navais conjuntos nesta semana

Os exercícios navais conjuntos, que ocorrem anualmente desde 2012, envolverão disparos de mísseis e artilharia no Mar da China Oriental. Um grupo de navios da Rússia e da China conduz uma patrulha militar marítima conjunta nas águas do Oceano Pacífico.

A Rússia e a China realizarão exercícios navais conjuntos entre 21 e 27 de dezembro, informou o Ministério da Defesa da Rússia nesta segunda-feira (19).

Os exercícios navais conjuntos, que ocorrem anualmente desde 2012, envolverão disparos de mísseis e artilharia no Mar da China Oriental, disse o Ministério da Defesa da Rússia.

Leia também: EUA diz que China e Rússia desestabilizam a África e recebe líderes do continente

“O principal objetivo dos exercícios é fortalecer a cooperação naval entre a Rússia e a China e manter a paz e a estabilidade na região da Ásia-Pacífico”.

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro, Moscou tem procurado aumentar seus laços políticos, de segurança e econômicos com Pequim e vê o líder chinês Xi Jinping como um aliado importante em uma aliança antiocidental.

Os dois países assinaram uma parceria estratégica “sem limites” poucos dias antes de Moscou lançar a maior invasão terrestre na Europa desde a Segunda Guerra Mundial em fevereiro, mas Pequim desde então expressou preocupação com as ações da Rússia na Ucrânia.

Leia também: Rússia continuará a fortalecer laços com China, Índia, Irão e Turquia

A Rússia disse que quatro de suas embarcações participarão dos exercícios – incluindo o cruzador de mísseis Varyag – enquanto seis embarcações chinesas participarão do evento, juntamente com aeronaves e helicópteros de ambos os lados.

Navios russos partiram na segunda-feira do porto de Vladivostok, no Extremo Oriente, para participar dos exercícios de uma semana, que começam na quarta-feira.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
ChinaPolítica

Xi Jinping pede "contenção" durante reunião com ex-presidente russo

ChinaMundo

Putin inaugura importante campo de gás na Sibéria para abastecer a China

MundoPolítica

Pequim rejeita acusações dos EUA sobre influência russa e chinesa na África

ChinaMundo

China e Alemanha rejeitam uso de arma nuclear na guerra da Ucrânia

Assine nossa Newsletter