Condomínio de luxo no Parque das Nações inicia construção já com 80% das vendas feitas - Plataforma Media

Condomínio de luxo no Parque das Nações inicia construção já com 80% das vendas feitas

Arranca agora a construção dos dois primeiros edifícios do projeto residencial de luxo Distrikt, numa altura em que já se venderam mais de 100 dos 128 apartamentos que custam desde 390 mil euros, no caso dos T1, e ultrapassam os 1,1 milhões de euros nos T3.

Já com mais de 100 apartamentos reservados de um total de 128, desde o T1 a partir de 390 mil euros, T2 desde 550 mil euros e T3 acima de 1,1 milhões de euros, o projeto residencial de luxo Distrikt, no Parque das Nações, em Lisboa, promovido pela Kronos Homes, inicia agora os trabalhos de execução da estrutura.

Com o início da construção, arrancam também as vendas da segunda fase, com 80% das unidades da primeira fase vendidas, que fazem parte dos primeiros dois edifícios deste condomínio.

Com arquitetura assinada pelo Estúdio Morph e pela Bak Gordon Arquitectos, quando estiver totalmente concluído, este empreendimento irá contar com 214 apartamentos distribuídos por quatro torres residenciais, “diferenciadas pela sua forte personalidade geométrica de 14 pisos cada, acima do embasamento comum, para o qual estão previstos um jardim e duas piscinas, destinados exclusivamente aos futuros moradores”, avança a Kronos Homes em comunicado.

“Este projeto distingue-se pela arquitetura com a melhor orientação solar e rotação de 45 graus dos edifícios, que garante o máximo contacto com o exterior das salas principais e, na grande maioria das casas, com a melhor vista panorâmica. Os elementos arquitetónicos mais poderosos do projeto são as varandas, com formas curvas que se destacam nas fachadas”, explica César Frías Enciso, arquitecto da Morph Studio, responsável pelo desenho do projeto. “Os interiores dos apartamentos são uma pura revelação de harmonia, requinte e funcionalidade, que resultam do compromisso de criar espaços originais, aprazíveis e funcionais”, conclui.

Leia mais em: Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter