"Lesões e vida extra-campo difícil". Palmeiras explica transferência de Veron para o FC Porto - Plataforma Media

“Lesões e vida extra-campo difícil”. Palmeiras explica transferência de Veron para o FC Porto

Leila Pereira, presidente do Palmeiras, explicou, esta quarta-feira, os motivos que levaram o clube brasileiro a negociar a saída de Veron para o F. C. Porto.

Veron era considerado uma das grandes promessas do Palmeiras – o treinador, Abel Ferreira, até defendeu que o extremo brasileiro não deveria ser transferido por menos do que Neymar quando assinou pelo Barcelona, 50 milhões de euros – e o clube brasileiro acabou por ser alvo de críticas por transferir o jogador e por um valor abaixo daquele que é o valor de mercado do extremo brasileiro.

Questionada sobre as críticas, Leila Pereira, presidente do Palmeiras, explicou que o jogador de 19 anos foi transferido por 10,25 milhões de euros, com o clube brasileiro a reservar 10 por cento do passe, e que jamais queria prejudicar o “verdão”.

“Se ele pudesse ter sido vendido por mais, podem ter a certeza absoluta de que seria vendido. Jamais prejudicaria um ativo do Palmeiras. O Veron foi vendido pelo valor dele hoje. O que interessa é hoje, ganho campeonato hoje, vendo hoje. Se no passado ele valia mais, ele não estava à venda. O valor dele é esse, hoje. Daqui um ou dois anos, pode ser outro. Temos de avaliar o mercado atual” disse a líder, aos jornalistas na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), admitindo que as lesões foram um dos motivos que justificou a perda de valor de mercado do futebolista.

Leia mais em: Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter