Tarefas da primeira etapa da operação militar especial das forças russas

Principais tarefas da primeira etapa da operação militar especial das forças russas na Ucrânia foram concluídas

“O potencial de combate das forças armadas ucranianas foi significativamente reduzido”, disse Sergei Rudskoy, primeiro vice-chefe do Estado-Maior Geral das forças armadas russas.

“Nossas forças e meios se concentrarão no principal — a libertação completa de Donbass”, disse.

As cidades ucranianas de Kiev, Kharkov, Chernihiv, Sumy e Nikolaev estão bloqueadas por tropas russas, enquanto Kherson e a maior parte da região de Zaporozhye estão sob controle total da Rússia, disse Rudskoy.

Desde o início da operação militar há um mês, mais de 14 mil soldados ucranianos foram mortos e cerca de 16 mil ficaram feridos, disse Rudskoy.

“As forças aéreas ucranianas e os sistemas de defesa aérea do país foram quase completamente destruídos. As forças navais do país deixaram de existir”, disse Rudskoy a repórteres.

Quanto ao lado russo, 1.351 militares foram mortos e 3.825 ficaram feridos, segundo ele.

“Quero enfatizar que a operação militar especial está sendo realizada estritamente de acordo com o plano aprovado”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov

Related posts
AngolaPolítica

UNITA diz que Tribunal Constitucional aceitou providência cautelar

AngolaSociedade

“Caçadores de óbito”, os truques para matar a fome em Luanda à custa dos funerais

PolíticaSociedade

Pelo menos 1.081 civis foram mortos em invasão da Ucrânia

EconomiaPolítica

Sanções contra a China são desnecessárias por enquanto, diz EUA

Política

Negociações entre Rússia e Ucrânia não avançam nas questões principais, diz negociador russo

DesportoSociedade

Ginasta ucraniana de 11 anos morre soterrada por míssil russo

Assine nossa Newsletter