Neemias Queta marcou os primeiros pontos na NBA - Plataforma Media

Neemias Queta marcou os primeiros pontos na NBA

Face às baixas de Richaun Holmes e Tristan Thompson, Neemias atuou 24.05 minutos, mais do dobro dos 10.14 que havia somado nos primeiros três encontros na prova, sendo que não entrou de início, mas esteve em campo nos quatro parciais e na parte decisiva.

A 11,0 segundos do final, o “rookie” luso teve mesmo uma recuperação de bola que deu aos Kings a última posse, mas, depois de um desconto de tempo e em cima da buzina, De’Aaron Fox falhou o lançamento da vitória.

Neemias Queta fez, porém, a sua parte, ao somar 11 pontos, com quatro em sete nos ‘tiros’ de campo e três em quatro nos lances livres, cinco ressaltos, uma assistência e um roubo de bola, mais um “turnover” e quatro faltas.

Dos 10 jogadores utilizados pelo conjunto de Sacramento, o gigante português destacou-se ainda pelo facto de os Kings terem marcado mais oito pontos do que os Cavs nos 24.05 minutos em que o 88 esteve em campo, o melhor registo de toda a equipa.

O poste luso somou quatro pontos e dois ressaltos no primeiro período, em 5.36 minutos, dois pontos, dois ressaltos, uma assistência e um roubo de bola no segundo, em 7.06, e três pontos no terceiro, em 6.40.

Face às baixas de Richaun Holmes e Tristan Thompson, Neemias atuou 24.05 minutos, mais do dobro dos 10.14 que havia somado nos primeiros três encontros na prova, sendo que não entrou de início, mas esteve em campo nos quatro parciais e na parte decisiva.

A 11,0 segundos do final, o “rookie” luso teve mesmo uma recuperação de bola que deu aos Kings a última posse, mas, depois de um desconto de tempo e em cima da buzina, De’Aaron Fox falhou o lançamento da vitória.

Neemias Queta fez, porém, a sua parte, ao somar 11 pontos, com quatro em sete nos ‘tiros’ de campo e três em quatro nos lances livres, cinco ressaltos, uma assistência e um roubo de bola, mais um “turnover” e quatro faltas.

Dos 10 jogadores utilizados pelo conjunto de Sacramento, o gigante português destacou-se ainda pelo facto de os Kings terem marcado mais oito pontos do que os Cavs nos 24.05 minutos em que o 88 esteve em campo, o melhor registo de toda a equipa.

O poste luso somou quatro pontos e dois ressaltos no primeiro período, em 5.36 minutos, dois pontos, dois ressaltos, uma assistência e um roubo de bola no segundo, em 7.06, e três pontos no terceiro, em 6.40.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter