Jonas Andersson sagra-se campeão mundial de F1 de Motonáutica

Jonas Andersson sagra-se campeão mundial de F1 de Motonáutica

O piloto da Team Sweden, que arrancou da pole position, liderou a prova realizada no rio Mondego [40 voltas de 1.770 metros cada] do início ao fim, tal como fizera na sexta-feira, no Grande Prémio da Figueira da Foz, em que saiu vencedor

O sueco Jonas Andersson sagrou-se este domingo campeão do mundo de Fórmula 1 de motonáutica, ao vencer o Grande Prémio de Portugal, na Figueira da Foz, com o tempo de 36.17 minutos, numa prova marcada por dois acidentes.

O piloto da Team Sweden, que arrancou da pole position, liderou a prova realizada no rio Mondego [40 voltas de 1.770 metros cada] do início ao fim, tal como fizera na sexta-feira, no Grande Prémio da Figueira da Foz, em que saiu vencedor.

Jonas Andersson sucede ao norte-americano Shaun Torrente, que terminou a prova em quinto lugar, depois de ter partido nos últimos lugares da grelha de partida devido a problemas mecânicos nos treinos qualificativos.

Em segundo lugar classificou-se o finlandês Alec Weckstrom, com mais 0,70 segundos relativamente ao vencedor, que na ultrapassagem para aquela posição tocou o catamarã do compatriota Sami Selio, que sofreu um acidente a cinco voltas do final e teve de abandonar a prova sem ferimentos.

Momentos antes, a competição também tinha sido interrompida devido ao capotanço da piloto dinamarquesa Marit Stromoy, a única mulher concorrente na Fórmula 1 de motonáutica, que também não sofreu ferimentos.

A terceira posição foi ocupada por Thani Al Qemzi, piloto dos Emirados Árabes Unidos, que ficou a um ponto do título de campeão do mundo, com mais 1,30 segundos do que o Jonas Andersson.

O bicampeão do mundo Shaun Torrente obteve o quinto posto da prova, com mais 5,70 segundos do que o vencedor, perdendo assim o título para o piloto sueco da Team Sweden.

Em declarações aos jornalistas, Joanas Andersson salientou que foi uma vitória “no limite” e que desta vez a “sorte” esteve do seu lado, depois de na primeira prova do mundial, realizada em Itália, ter abandonado por problemas mecânicos.

Leia mais em O Jogo

Related posts
Desporto

F1: Toto Wolff admite falta de ritmo da Mercedes e diz que vitória de Hamilton foi "inacreditável"

DesportoPortugal

Campeonato de Futebol e Fórmula 1 sem público

DesportoPortugal

Fórmula 1 regressa a Portugal em maio

Desporto

Fórmula 1: Haas apresenta monolugar com as cores da bandeira da Rússia

Assine nossa Newsletter