Hotelaria pondera contratar mão de obra na CPLP - Plataforma Media

Hotelaria pondera contratar mão de obra na CPLP

A falta de mão de obra já está a ser apontada “como o principal constrangimento” em vários setores. Na hotelaria e na restauração, a solução pode passar por “ir buscar” pessoas à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Afalta de mão de obra atinge, neste momento, vários setores da economia, entre os quais o da hotelaria e da restauração.

Ouvida no Fórum TSF, a presidente executiva da Associação de Hotelaria de Portugal apontou dois caminhos para resolver o problema. Cristina Siza Vieira defende que parte da solução é recrutar trabalhadores estrangeiros, sobretudo nos países africanos de expressão portuguesa, e, ao mesmo tempo, pagar mais por este trabalho.

“Por exemplo, na função de receção, a dificuldade é apontada por 65% dos inquiridos, na contratação de trabalhadores.” No caso dos empregados de mesa, essa percentagem sobe para os 66%; na cozinha, a dificuldade fixa-se em 64%, pelo que a responsável garante que “a dificuldade é transversal a quase todos os setores e todo o país”.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter