Explosão de táxi em Liverpool foi incidente terrorista - Plataforma Media

Explosão de táxi em Liverpool foi incidente terrorista

O diretor da polícia antiterrorista revela que o artefacto usado na explosão construído pelo passageiro que morreu e que é suspeito de ser o autor do atentado.

A polícia classificou esta segunda-feira como “incidente terrorista” com bomba caseira a explosão de um táxi em frente a um hospital em Liverpool no domingo.

As razões da explosão ainda são desconhecidas, disse o diretor da polícia antiterrorista no noroeste de Inglaterra, Russ Jackson, adiantando que o artefacto foi “construído pelo passageiro”, que morreu. O motorista sobreviveu ao atentado, ficou ferido e encontra-se estável, embora internado num hospital.

A polícia antiterrorista do noroeste da Inglaterra, responsável pela investigação, especificou que “o passageiro do carro – um homem – foi declarado morto no local e ainda não foi formalmente identificado”.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter