Início » Mais de 25 mil famílias vivem em casas degradadas em Cabo Verde

Mais de 25 mil famílias vivem em casas degradadas em Cabo Verde

Cerca de 26 mil famílias vivem em casas degradadas em Cabo Verde e o défice habitacional ascende a 13.200 casas, revelou o vice-primeiro-ministro, admitindo a necessidade de investimentos de mais de 1.920 milhões de euros.

“Cabo Verde enfrenta ainda graves problemas de habitação que assumem a primeira linha de prioridades deste Governo. Neste momento, no país, cerca de 26.000 agregados familiares pobres vivem em casas degradadas e o défice habitacional é de cerca de 13.200 habitações que representam necessidades imediatas”, descreveu Olavo Correia, que é também ministro das Finanças.

Os números foram revelados na sequência da realização do “Cabo Verde Fórum Urbano 2021”, organizado pelo Ministério da Infraestrutura, Habitação e Ordenamento do Território (MIOTH), em parceria com a ONU Habitat, e que arrancou na sexta-feira, na Praia.

De acordo com Olavo Correia, a construção de novas habitações, a requalificação e reabilitação do parque habitacional existente, a elaboração dos planos urbanísticos e a requalificação e reabilitação de casas de famílias carenciadas “implicam investimentos públicos e privados imediatos de cerca de 63,9 milhões de contos [582 milhões de euros], e de 146,8 milhões de contos [1.340 milhões de euros] até 2030”, respetivamente.

“Neste contexto pandémico e pós-pandémico, temos de aproveitar esta oportunidade para podermos fazer deste processo de desenvolvimento mais verde, mais azul, mais digital e particularmente mais inclusivo”, defendeu o governante.

Acrescentou que a “gestão sustentável do território é um dos maiores desafios para realizar a Ambição 2030”, programa de desenvolvimento a médio prazo preparado pelo Governo cabo-verdiano.

Segundo Olavo Correia, o Governo pretende garantir “a implementação plena e a atualização de todos os instrumentos de gestão do território”, bem como das políticas legais neste setor.

“Bem como, assegurando em todo o território nacional a operacionalização do cadastro predial, a atualização da cartografia e da toponímia e a modernização da rede geodésica, altimétrica e da Infraestrutura de Dados Espaciais de Cabo Verde”, disse ainda.

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!