Angola terá forte apoio para o turismo - Plataforma Media

Angola terá forte apoio para o turismo

País quer ser uma referência em África no que diz respeito ao turismo

O Presidente João Lourenço recebeu, ontem, em Madrid, Espanha, da Organização Mundial do Turismo (OMT), todas as garantias de apoio para a promoção e desenvolvimento do turismo no país.

“Temos grandes potencialidades turísticas adormecidas, que precisam do vosso contributo para fazer, também, de Angola, um importante destino turístico mundial”, indicou o Presidente João Lourenço, durante a visita à sede da OMT.

O Chefe de Estado indicou que nos esforços do Executivo com vista à diversificação da economia, a par da agricultura, o sector do Turismo constitui, também, uma grande valia para a concretização deste desiderato.
Entre os demais sectores económicos, o Chefe de Estado destacou o do Turismo como o que mais  sofreu e continua afectado pela pandemia da Covid-19.

Aos homens de negócios espanhóis, e não só, que queiram investir no sector turístico,  o Chefe de Estado apelou que desembarquem  também com vontade  de formar os jovens desempregados.
“O Turismo é dos sectores que mais emprego proporciona aos cidadãos”, reconheceu João Lourenço, que na sede da OMT assinou o livro de honra e descerrou a placa  que assinala a sua passagem pela organização, liderada pelo georgiano Zurab Pololikashvili.

A pequena galeria na sede da OMT conserva placas nas quais estão estampados nomes de personalidades que já visitaram a sede da organização.
Dos muitos quadros estampados na parede da galeria, pode-se apenas observar dois líderes africanos: Do Presidente da República do Congo, Dennis Sassou Nguesso, que visitou a instituição em Dezembro de 2019, e do Chefe de Estado angolano, que  ontem esteve no local.

No cumprimento do programa da visita de Estado, o Presidente João Lourenço visitou, ainda ontem, a estação de tratamento e distribuição de água  “Isabel II”, que abastece boa parte da cidade de Madrid.
Durante aproximadamente uma hora, na presença do ministro da Energia e Águas, o Presidente João Lourenço ouviu explicações pormenorizadas sobre o funcionamento de um dos mais referenciados sistemas de gestão aquífera do mundo.

Leia mais em Jornal de Angola

Assine nossa Newsletter