China terminou o primeiro exercício multinacional da ONU no país - Plataforma Media

China terminou o primeiro exercício multinacional da ONU no país

Terminou ontem o primeiro exercício de manutenção da paz internacional com capacetes azuis realizado na China. O exercício, que teve início a 6 de Setembro na base militar Queshan, em Zhumadian, na província de Henan, e foi designado como “Destino Comum 2021”, contou com a participação dos exércitos da China, Paquistão, Tailândia e Mongólia

Cerca de mil soldados vestidos com as fardas azuis da ONU foram mobilizados para o exercício, que decorreu num enorme campo de treino rodeado de montanhas.

A fim de recriar condições semelhantes à realidade no terreno, os militares revezaram-se no papel de refugiados, aldeões envolvidos em lutas e militantes armados que atacavam as forças da ONU. Dezenas de veículos blindados, buldózeres, helicópteros e tanques, todos brancos e com o logótipo da ONU, foram mobilizados para o evento.

Esta é a primeira vez que a China organiza um exercício internacional de manutenção de paz no seu território. O nome da operação, “Destino Comum 2021”, é uma expressão do Presidente chinês, Xi Jinping, que visa “demonstrar o apoio da China ao sistema multilateral centrado na ONU”, sublinhou o alto responsável militar Lu Jianxin.

Depois de meio século

O exercício ocorre no 50.º aniversário do reconhecimento da República Popular como representante da China nas Nações Unidas.

O evento ocorre também num momento de tensões prolongadas entre a China e a Índia sobre disputas na fronteira e de incerteza sobre a segurança no Afeganistão depois da retirada das forças norte-americanas e aliadas em Agosto.

Leia mais em Hoje Macau

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
ChinaPolítica

43 países exigem à China respeito por direitos de uigures

MundoPolítica

Coreia do Norte qualifica disparo de míssil como "exercício legiítimo de autodefesa"

Mundo

CS da ONU fará reunião de emergência sobre a Coreia do Norte

PolíticaTimor-Leste

ONU em Timor-Leste para avaliar necessidades para ciclo eleitoral

Assine nossa Newsletter