Indústria manufatureira da China abranda em agosto

Indústria manufatureira da China abranda em agosto

A Indústria manufatureira abranda em agosto com o crescimento do índice dos gestores de compras (PMI), referência para o setor, a cair para os 50,1 pontos, face aos 50,4 registados em julho, de acordo com dados oficiais divulgados hoje

Quando se encontra acima dos 50 pontos, o PMI sugere uma expansão do setor. Abaixo dessa barreira pressupõe uma contração da atividade.

Embora os dados, revelados pelo Gabinete Nacional de Estatísticas da China, revelem que o indicador continua positivo, a tendência é de queda, em relação aos pontos registados nos meses anteriores.

Apesar da indústria manufatureira abrandar em agosto, entre os cinco subíndices que compõem o PMI da manufatura, o da produção fixou-se nos 50,9 pontos – 0,1 ponto percentual a menos que no mês anterior – e o das novas encomendas em 49,6, face a 50,9 em julho, evidenciando o enfraquecimento da procura.

O subíndice de emprego situou-se nos 49,6 pontos – igual ao do mês anterior. Nos negócios não manufatureiros, o índice caiu para 47,5 pontos, face a 53,3 pontos em julho.

O estatístico do GNE Zhao Qinghe explicou em comunicado que a “produção e a atividade das empresas chinesas desaceleraram consideravelmente em relação ao mês anterior” devido, em parte, a fatores como as enchentes registadas no país asiático ou os surtos de covid-19 que atingiram diferentes regiões do país.

Assine nossa Newsletter