TNR: Associações querem limitar trocas de emprego e falam em “especulação” - Plataforma Media

TNR: Associações querem limitar trocas de emprego e falam em “especulação”

Os salários de empregadas domésticas subiram de 4 mil para 7 mil patacas com restrição de entrada de estrangeiros. A associação de agências de emprego e Wong Kit Cheng querem que o Governo tome medidas para impedir que o mercado se torne caótico

A troca de emprego e os consequentes aumentos salariais dos trabalhadores não-residentes (TNR) em tempos de pandemia estão a causar insatisfação. De acordo com um artigo publicado no jornal Ou Mun, nas associações tradicionais há quem acuse os trabalhadores de “especulação” e de trazerem “o caos para o mercado”.

Antes da pandemia, o Governo e a Assembleia Legislativa fizeram uma lei que impede que os TNR procurem emprego em Macau, se estiverem no território com visto de turista. Com a proibição da entrada de estrangeiros em Macau, devido às medidas de controlo da pandemia, a falta de mão-de-obra generalizou-se. Ao mesmo tempo, os TNR que perderam o emprego ficaram impedidos de encontrar novos trabalhos, porque a lei exige que saiam da RAEM antes de mudarem de posição.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Lifestyle

Sete soluções para lidar com um emprego que não suporta

MacauSociedade

Número de trabalhadores não residentes volta a cair

BrasilEconomia

Desemprego deve continuar alto apesar de recuperação, dizem economistas

BrasilEconomia

Desmembramento da Economia abre disputa de cargos e Guedes deixa plano de emprego incompleto

Assine nossa Newsletter