Avanço dos talibãs era previsível, diz ex-porta-voz da ISAF - Plataforma Media

Avanço dos talibãs era previsível, diz ex-porta-voz da ISAF

O major-general Carlos Branco, ex-porta-voz da ISAF no Afeganistão, disse à Lusa que o avanço das forças talibãs em vários pontos do país já era previsível em virtude da retirada negociada dos militares norte-americanos.

“O que está a acontecer agora é um avanço militar dos talibãs que era previsível. Aliás, altas entidades militares dos Estados Unidos já tinham manifestado em diversas ocasiões que as forças de segurança afegãs não estavam em condições para confrontar de forma vitoriosa os talibãs”, disse à Lusa o major-general Carlos Branco, sublinhando que a retirada devia ter ocorrido após a primeira década do conflito.

“Tudo o que está a acontecer agora, do meu ponto de vista, não é novidade. Mas, se tudo isto poderia ter sido evitado? Claro que podia se os norte-americanos, na devida altura se tivessem empenhado em promover um diálogo intra-afegão e isso não aconteceu nem foi estimulado porque os norte-americanos estavam convencidos que iriam conseguir sempre uma vitória militar”, afirmou.

Na análise do ex-porta-voz da International Security Assistance Force (ISAF) a retirada dos Estados Unidos não é desorganizada e foi planeada com antecedência apesar de se terem verificado momentos de descoordenação, nomeadamente a saída de Baghran, que foi coordenada pelas forças afegãs.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MundoPolítica

Paquistão diz-se incapaz de receber mais refugiados afegãos

MundoPolítica

EUA pede que Paquistão se alinhe com a comunidade internacional

MundoPolítica

EUA anunciam retirada de mais 32 pessoas, 21 delas norte-americanas

Mundo

Embaixador do governo afegão deposto urge ONU a pressionar talibãs

Assine nossa Newsletter