É preciso "desconstruir a visão xenófoba" fomentada nas redes sociais - Plataforma Media

É preciso “desconstruir a visão xenófoba” fomentada nas redes sociais

A diretora da Obra Católica Portuguesa de Migrações (OCPM), Eugénia Quaresma, afirmou-se preocupada com o aumento da narrativa da xenofobia nas redes sociais.

“É aí [nas redes sociais] que nós sentimos mais a agressividade, a xenofobia”, disse Eugénia Quaresma.

A responsável da OCPM, organismo da Conferência Episcopal Portuguesa criado em 1962, prestava declarações à Lusa no âmbito da peregrinação do migrante e do refugiado ao Santuário de Fátima, integrada na peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de agosto, que tem esta quinta-feira início.

“No dia a dia, não é isso que sinto vulgarmente, mas nas redes sociais, sim, oiço, sim, vejo”, destacou Eugénia Quaresma, adiantando: “Cada vez que nós vemos aquelas notícias dos barcos dos migrantes no Mediterrâneo, cada vez que se fala na questão de acolher estas pessoas que vêm de forma desesperada, há uma série de comentários que ainda nos incomoda.”

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter