Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul com "grande crise de segurança" - Plataforma Media

Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul com “grande crise de segurança”

Os ataques verbais a Seul e Washington ocorrem apenas duas semanas após as duas Coreias terem retomado as comunicações telemáticas, a pedido de Pyongyang.

ACoreia do Norte ameaçou esta quarta-feira a Coreia do Sul com uma “grande crise de segurança” devido aos exercícios militares conjuntos com os Estados Unidos, cujos treinos preparatórios começaram esta semana.

O chefe do Departamento da Frente Unida (responsável pelos assuntos intercoreanos), Kim Yong-chol, manifestou-se contra estes exercícios numa declaração publicada pela agência de notícias estatal norte-coreana, a KCNA. Uma ameaça que Kim Yo-jong, a irmã do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, já fizera na véspera.

“Devemos fazê-los pagar as consequências por estragarem a oportunidade de melhorar os laços intercoreanos e por responderem à nossa boa vontade com comportamento hostil”, escreveu Kim Yong-chol.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter