Covid-19: testes a toda a população de Macau a partir das 9:00h - Plataforma Media

Covid-19: testes a toda a população de Macau a partir das 9:00h

O Governo decidiu efetuar testes de ácido nucleico a toda a população, após terem sido confirmados quatro casos positivos de Covid-19. Uma família de residentes locais (pai, mãe e dois filhos). Macau encontra-se agora em estado de prevenção imediata.

Os testes podem ser realizados partir das 9:00h da manhã desta quarta-feira e durante três dias. Podem ser feitos em 27 locais em Macau e 14 na Taipa e Coloane. Os locais designados para os testes vão funcionar 24 horas por dia, e é recomendada marcação prévia, através do link, embora a mesma não seja obrigatória.

Estes são os locais onde pode efetuar o teste de ácido nucleico:

Em Macau (Península):
Escola Secundária Diocesana de São José nº 6, Centro de Actividades da Ilha Verde, Edifício de Serviços Comunitários da Federação das Associações de Moradores, Campo dos Operários, Escola Kiang Peng (Secção Secundária), Salão de Desportos Escolares da Escola Técnico-Profissional Lusi-Chinesa, Centro de Educação Viva Saudável, Escola Primária D. Bosco, Escola Escola Secundária Kwong Kuang, Jardim de Infância da Escola Secundária da Escola dos Operários, Edifício de Serviços Integrados da Associação Geral de Mulheres, Auditório do Hospital Kiang Wu, Centro de Actividades Sha Lei Tau, Escola Secundária Pui Ching, Complexo Desportivo A do Tap Seac, Salão de Exposições do Instituto Politécnico de Macau, Centro de Artes de Macau, Centro Cultural de Macau, Centro Hospitalar Conde de São Januário, Casino Sands, Hotel Lisboa, MGM, Wynn Macau, Hotel StarWorld, Colégio Matteo Ricci, Escola Secundária de Sao José Ala 2, Escola Secundária Estrela do Mar.

Nas Ilhas:
Centro Desportivo Olímpico, Igreja do Carmo, Terminal Marítimo do Pac On, Aeroporto Internacional de Macau, Complexo Desportivo HospitalarDa Universidade de Ciência e Tecnologia, Centro de Educação (Lakeside), Escola Superior das Forças de Segurança de Macau, Centro Geral de Serviços Comunitários e Familiares de Macau, Universidade de Macau, The Venetian, Wynn Palace, MGM MACAU, City of Dreams, Hotel Broadway.

Covid-19 em Macau:

Alvis Lo, diretor dos Serviços de Saúde revelou ontem, em conferência de imprensa, que “a primeira infetada foi a filha, que entre 19 e 24 de Julho efetuou uma visita de estudo a Xian. No dia 28 de Julho o irmão acusou indisposição. O pai, motorista dos Serviços de Saúde, começou a ter dores de garganta a 1 de Agosto e a mãe, que trabalha numa loja de frutas, também teve sintomas semelhantes”.

A família que testou positivo, mais três colegas da mãe, considerados contactos próximos, encontravam-se na tarde de terça-feira nos serviços de urgência do Centro Hospitalar Conde de S. Januário a fazer mais testes.

Os 30 elementos que integraram a visita de estudo a Xian estão a ser contactados para fazer os respetivos testes no terminal de Pac On.

As autoridades de Macau foram informadas, na manhã de ontem, pelos serviços de saúde de Zhuhai dos testes positivos, o que levou a adoção imediata de várias medidas, como o encerramento da sala de trabalho do motorista, a loja de venda de frutas, o domicílio e o isolamento dos contactos próximos.

Desde a manhã de ontem que estão a ser desenvolvidos trabalhos de desinfeção, como disse na conferência de imprensa a vice-presidente do Instituto dos Assuntos Municipais (IAM), O Lam. “Estamos a implementar e a reforçar os trabalhos de desinfeção nas vias públicas, nas fronteiras e nas paragens de autocarro. Desde ontem que já exigimos aos mais de três mil trabalhadores da cadeia de frio para efetuarem o teste de ácido nucleico”, notou.

A vice-presidente do IAM garantiu que não vai haver qualquer problema com o abastecimento de produtos alimentares e que vai ser necessário apresentar o código saúde com cor verde para entrar nos mercados, restaurantes e outros estabelecimentos.

Entretanto, a adoção das medidas para enfrentar a situação provocada pelos casos positivos, levou a que muitos residentes tenham procurado abastecer-se nos supermercados e lojas. Nos postos fronteiriços registou-se grande afluência, o mesmo sucedendo nos postos de vacinação e da realização de testos de ácido nucleico. Algumas iniciativas, como o programa de verão de roteiros turísticos e a feira do emprego foram cancelados. O fórum do ambiente, apresentado esta terça-feira, só vai decorrer online. Cancelados foram também atividades desportivas e campos de férias.

Segundo informações divulgados na conferência de imprensa, há ainda mais seis residentes de Macau que foram considerados contactos próximos por ter frequentado em Zhuhai os mesmos locais dos infetados.

Zonas Vermelhas:

As chamadas zonas vermelhas são uma das medidas adotadas para procurar enfrentar a situação provocada pelos quatro casos positivos. Alvis Lo esclareceu como vão ser determinadas: “Vamos determinar uma zona de código vermelho que envolve prédios e moradias, e todas as pessoas desses prédios serão submetidas a testes de ácido nucleico. Antes de decretar esta medida, não poderão sair do prédio. Quantos testes é que teremos de efetuar? Vai depender do que apurarmos”, frisou.

O director dos Serviços de Saúde tranquilizou a população, garantindo que há planos de contingência delineados e que os serviços estão preparados para dar uma resposta. “Desde o início da pandemia, que a situação em Macau tem sido estável. No entanto, temos planos preparados para situações graves. Neste caso, se envolver mais pessoas, já há planos. A pandemia é assim: hoje não temos nada, mas amanhã podemos ter. Temos planos de contingência preparados e temos reforçado esta preparação”, disse.

Quanto à situação do momento, Alvis Lo esclareceu: “Por enquanto, segundo a nossa avaliação, e de acordo com as pessoas que tiveram contacto próximo com esta família – e se houver casos entre essas pessoas – nós temos confiança de que podemos prestar bons serviços médicos”, assegurou.

Estão isoladas em casa as 160 pessoas residentes nos 33 apartamentos do edifício onde mora a família que foi confirmada como infetada com o novo coronavírus, e nos prédios adjacentes.

A informação foi dada ontem à noite (3) numa conferência de imprensa conjunta dada pelos responsáveis no terreno dos Serviços de Saúde, Polícia de Segurança Pública, Serviços de Polícia Unitários e Instituto para os Assuntos Municipais.

Foram testados 19 contactos próximos da estudante que foi ao interior da China, e um apresentava sintomas de febre, mas ainda haviam residentes na zona que não tinham regressado a casa.

As pessoas isoladas receberam alimentos e o IAM disponibiliza-lhes todos os bens essenciais, tendo pessoal da saúde recolhido amostras no local, que foi depois desinfetado pelo Instituto. Os técnicos não entraram nos apartamentos, mas se forem detetados indícios vão então verificar as condições e inspecionar até os esgotos.

As autoridades têm uma zona circunscrita que vai da Rotunda do Almirante Costa Cabral junto à entrada nova do Kiang Wu, segue pela Rua de Tomás Vieira até quase ao Jardim Luís de Camões, e depois pela Rua de Coelho do Amaral até ao cruzamento da sede do Corpo de Bombeiros.

Os veículos não podem circular nessas vias, e mesmo quem vai a pé é questionado pela polícia, sendo que também é considerada zona amarela a Rua da Emenda até à Avenida Horta e Costa, próximo do Mercado Vermelho.

Na zona vermelha próxima do Hospital Kiang Wu estão então 3 edifícios, aquele onde mora a família infetada e os adjacentes, havendo depois outros 5 prédios próximos que são considerados como zona amarela.

Quem quiser entrar na zona circunscrita tem que confirmar se fez teste de ácido nucleico, e depois não vai poder saír da mesma zona.

As autoridades aconselham a população a não se dirigir já para os postos para efetuar o teste de ácido nucleico, de forma a não os sobrecarregar, e que só se desloque para fora da RAEM em caso de extrema necessidade.

Os responsáveis governamentais apelam aos residentes para seguirem as informações oficiais porque quem tiver a intenção de divulgar boatos ou rumores pode incorrer em responsabilidade penal.

Related posts
MacauSociedade

Aumentou para quase o dobro o número de vacinações

MacauSociedade

Governo diz que não obriga ninguém a ser vacinado contra a covid-19

MacauSociedade

Pouco mais de 10 escolas aderiram ao plano de vacinação

EconomiaMacau

Governo da RAEM injetou na economia local 400ME em três meses

Assine nossa Newsletter