Fome agravou-se em ano pandémico com quase 10% da população mundial subnutrida - Plataforma Media

Fome agravou-se em ano pandémico com quase 10% da população mundial subnutrida

Em 2020, ano marcado pela pandemia da doença Covid-19, o mundo testemunhou um “agravamento dramático” da fome, com quase um décimo da população mundial a sofrer de subnutrição, revelaram as Nações Unidas num novo relatório.

Entre 720 milhões e 811 milhões de pessoas no mundo foi vítima do flagelo da fome em 2020, segundo estima o relatório anual “O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo” (conhecido pela designação SOFI), divulgado na última semana, a partir de Roma, Itália. Trata-se do primeiro documento a fazer este tipo de avaliação em tempos pandémicos.

“Considerando o meio do intervalo projectado (768 milhões), a fome terá atingido mais cerca de 118 milhões de pessoas em 2020 (um aumento de 1,5 pontos percentuais) do que em 2019”, alerta o documento, assinado por cinco agências do sistema da Organização das Nações Unidas (ONU): Organização de Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Programa Alimentar Mundial (PAM) e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Embora as cinco agências admitam que o impacto da pandemia do novo coronavírus ainda não está totalmente traçado, o relatório refere de forma clara que o aumento da fome à escala mundial em 2020 estará “muito provavelmente relacionado com as consequências da Covid-19”.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
MundoSociedade

Relatório da ONU aponta para "agravamento dramático" da fome no mundo em 2020

MundoSociedade

ONU: mais de 30 milhões de pessoas estão a um passo da fome extrema

MundoSociedade

África Austral: Insegurança alimentar afeta mais de 51 milhões de pessoas

Brasil

PMA faz apelo urgente por situação de fome na América Central

Assine nossa Newsletter