UE denuncia ciberataques de grande escala realizados a partir da China - Plataforma Media

UE denuncia ciberataques de grande escala realizados a partir da China

O ciberataque ao servidor do Microsoft Exchange “minou a segurança e a integridade de milhares de computadores e redes em todo o mundo, incluindo nos Estados-membros e nas instituições da UE”, tendo permitido o acesso a “um número significativo de ‘hackers'”, garante Josep Borrell.

A União Europeia denunciou esta segunda-feira “atividades cibernéticas maliciosas” de grande amplitude levadas a cabo a partir da China, incluindo o ataque ao servidor do Microsoft Exchange, sem acusar as autoridades chinesas da sua autoria.

Em comunicado, o Alto Representante da UE para a Política Externa e de Segurança, Josep Borrell, aponta que a União e os seus Estados-membros, juntamente com outros parceiros, expõem “atividades cibernéticas maliciosas que afetaram significativamente a economia, segurança, democracia e a sociedade em geral” e voltam a exortar as autoridades chinesas “a não permitir que o seu território seja utilizado” para os ciberataques.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter