China Three Gorges Brasil investe 573 milhões em hidroelétricas

China Three Gorges Brasil investe 573 milhões em hidroelétricas

A China Three Gorges Brasil (CTG Brasil) vai investir 573 milhões de dólares americanos no desenvolvimento de hidroelétricas na Ilha Solteira e Jupiá, nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, respetivamente

O vice-presidente do departamento financeiro e de relações com os investidores da CTG Brasil, Carlos Carvalhal, numa entrevista à BNamericas, declarou que o investimento será feito através da subsidiária do grupo – Rio Paraná Energia.

Em junho, a companhia concluiu a emissão de 845 milhões de reais (167 milhões de dólares americanos) em obrigações locais, dos quais 650 milhões serão investidos na segunda fase da atualização das hidroelétricas.

A Rio Paraná Energia foi criada quando a CTG Brasil ganhou as concessões das centrais hidroelétricas para a Ilha Solteira e Jupiá em 2015, que têm uma capacidade instalada de 4,995 MW.

“Esta atualização será uma das maiores no país e reforça o nosso compromisso de longo termo com o Brasil”, disse Carvalho.

A segunda fase inclui a modernização de oito unidades de geradores – quatro em cada central –, dos sistemas auxiliares elétricos e mecânicos e a implementação de uma nova geração de sistema operativo (GOC).

De acordo com Carvalho, a CTG também está a estudar as condições para gerar energia solar no país, que “deve atrair novos investimentos das indústrias que procuram energia de baixo custo, limpa e fiável”.

“Chegámos ao Brasil em 2013 e já somos a segunda maior produtora privada de energia no país, com investimentos em 17 centrais hidroelétricas e 11 parques eólicos, com uma capacidade total de 8.3 GW”, sublinhou.

“Os nossos investimentos são de longo termo. Acreditamos que o Brasil tem potencial para desenvolver operações de larga escala na área de energia limpa e renovável. Esse é o objetivo principal da CTG. Portanto, queremos manter o nosso plano de crescimento e continuar atentos às oportunidades que o mercado possa oferecer, sempre focados na produção de energia limpa e renovável, como a hídrica, eólica e solar”, explicou Carvalho.

A CTG Brasil mitigou 100% das emissões diretas de dióxido de carbono relativamente às operações realizadas em 2019, através de atividades de conservação florestal numa área de 220 mil hectares em Amapá, que irá prevenir o lançamento de 3,5 milhões de toneladas de carbono para atmosfera nos próximos 30 anos.

 

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
China

China, primeiro país a extrair “gelo combustível” do fundo do mar

MoçambiquePolítica

Moçambique lança hoje construção de mais 367 quilómetros de linha de alta tensão

ChinaSociedade

China propõe redução do consumo de energia por unidade do PIB em 3%

Rumo a um futuro energético (tendencialmente) 100% renovável - LNEG coordena projeto Europeu na área dos mercados de Energia

Assine nossa Newsletter