Enxergamos os protestos em Cuba como algo nosso, afirma opositor venezuelano - Plataforma Media

Enxergamos os protestos em Cuba como algo nosso, afirma opositor venezuelano

Líder exilado aponta prisão de ex-deputado no dia seguinte a atos em Havana como demonstração de medo de Maduro

De Madri, onde está exilado, o líder opositor venezuelano Leopoldo López, 50, observa os desdobramentos dos protestos em Cuba, no último domingo (11), e de que maneira as manifestaçõesimpactarão seu país.

Para ele, que passou sete anos preso pelo regime de Maduro, a detenção do ex-deputado Freddy Guevara no dia seguinte aos atos na ilha é uma reação de medo dos chavistas diante do que ocorre em Havana.

López, responsável por comandar os protestos de 2014 na Venezuela e um dos arquitetos da estratégia de promover Juan Guaidó a líder da oposição, afirma que o governo tenta inventar justificativas para não participar das negociações do acordo de salvação nacional proposto por seu partido, o Vontade Popular.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
MundoPolítica

Cuba nega 'repressão contra o povo' e critica sanções americanas

MundoPolítica

EUA impõem novas sanções contra Cuba após onda de protestos na ilha

MundoPolítica

Cuba denuncia 'manobra intervencionista' dos EUA para recrudescer embargo

CulturaMundo

Artistas populares expressam apoio aos manifestantes em Cuba

Assine nossa Newsletter