Invasão coreana nas marcas de luxo - Plataforma Media

Invasão coreana nas marcas de luxo

Em busca de novos consumidores, as grifes mais famosas do planeta apostam com tudo na cultura pop sul-coreana e mostram que fugir das marcantes tendências asiáticas será tarefa quase impossível.

A música pop que vem da Coreia do Sul é um dos estilos musicais mais tocados do mundo. E, apesar de parecer coisa de adolescente, as bandas e artistas do chamado K-pop não estão para brincadeira. Para se ter uma ideia, a mais conhecida entre elas, o grupo BTS — e a empresa que o representa, a BigHit Entertainment — estão até listados na bolsa de valores do país. São legiões de fãs ao redor do mundo que consomem tudo o que eles fazem, seja usar um novo penteado, maquiagem, roupas e até mesmo um mero visual de aeroporto ganha a chance de tornar-se uma tendência.

Mesmo que você não os conheça, o impacto cultural da península coreana já é tão forte no ocidente que não é de admirar que músicos como G-Dragon, Kai, Jackson Wang e Lisa sejam apenas alguns dos rostos de marcas de moda de luxo internacionalmente conhecidas. De olho no mercado asiático, grifes tradicionais de alta costura, como as francesas Chanel, Louis Vuitton, Dior e Céline, apostam maciçamente em diversos artistas coreanos para atrair consumidores mais jovens e dispostos a gastar o que for para vestirem-se como seus ídolos. Isso acontece porque todos os vídeos e músicas do gênero são feitos para produzir o máximo impacto, seja nas roupas ultra coloridas, no uso sobreposto de objetos e na atitude dos fãs.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter