'Todo o apoio ao povo de Cuba', diz Maduro após protestos na ilha

‘Todo o apoio ao povo de Cuba’, diz Maduro após protestos na ilha

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, expressou nesta segunda-feira “todo o apoio” do seu governo “ao governo revolucionário de Cuba”, após os protestos em massa contra o governo cubano na ilha

“Daqui ratifico, como lhe disse ontem pelo telefone: todo o apoio ao presidente Miguel Díaz-Canel, todo o apoio ao povo de Cuba, ao governo revolucionário cubano. Cuba seguirá em frente”, expressou o venezuelano durante reunião com parlamentares.

Milhares de cubanos, cansados da crise econômica, agravada pela escassez de alimentos e remédios, o que obrigou o governo a racionar a energia elétrica durante várias horas por dia, saíram espontaneamente às ruas no domingo em dezenas de cidades do país, aos gritos de “Estamos com fome”, “Liberdade” e “Abaixo a ditadura”.

Uma mobilização sem precedentes em Cuba, onde as únicas concentrações autorizadas são do Partido Comunista no poder.

O presidente Díaz-Canel garantiu nesta segunda-feira que os Estados Unidos estão por trás destas manifestações e acusou os americanos de realizarem “uma política de asfixia econômica para provocar surtos sociais no país”.

Maduro comparou as sanções americanas impostas à Venezuela -que incluem um embargo petroleiro- com o “bloqueio” a Cuba.

“Estão aplicando o mesmo método de asfixia a Cuba, de perseguição, durante 60 anos. Agora o império americano sai para falar bobagem, se os Estados Unidos e os opositores extremistas (…) realmente querem aliviar e ajudar o povo cubano, que levantem imediatamente todas as sanções e o bloqueio contra o povo cubano”, afirmou Maduro, o principal aliado internacional de Havana.

Washington e a União Europeia pediram publicamente que Cuba permita as manifestações de seu povo.

Os laços entre Havana e Caracas se estreitaram durante o governo do falecido ex-presidente Hugo Chávez (1999-2013), que considerava o líder cubano Fidel Castro seu padrinho político.

Related posts
MundoPolítica

Cuba nega 'repressão contra o povo' e critica sanções americanas

MundoPolítica

EUA impõem novas sanções contra Cuba após onda de protestos na ilha

MundoPolítica

Cuba denuncia 'manobra intervencionista' dos EUA para recrudescer embargo

MundoPolítica

Enxergamos os protestos em Cuba como algo nosso, afirma opositor venezuelano

Assine nossa Newsletter