"Bolsonaro não é apenas negligente, é o pior presidente da história do Brasil" - Plataforma Media

“Bolsonaro não é apenas negligente, é o pior presidente da história do Brasil”

Embora a CPI da Covid não conte com nenhuma mulher entre seus titulares, uma das principais personagens da comissão até aqui foi a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

Foi graças a ela que o deputado Luis Miranda (DEM-DF), um dos delatores do esquema de pagamento de propina nas negociações na compra de vacinas, e considerado testemunha chave nas investigações, jogou luz sobre outro nome no suposto conluio: o do deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara. “Não ter mulher faz a CPI perder força de alguma forma”, afirmou em entrevista à ISTOÉ. Advogada, Tebet tem procurado participar sempre que pode das sessões semanais da CPI. A senadora afirmou que “há fortes indícios de materialidade” de corrupção no esquema de propina no caso da compra da vacina Covaxin, disse que Bolsonaro pode entrar para história como o pior presidente de todos os tempos e criticou a postura da Procuradoria-Geral da República (PGR) diante de denúncias de corrupção envolvendo o governo Bolsonaro. “A PGR não tem sido pródiga em querer investigar o presidente da República. O que nós podemos dizer é que avançou sobre a PGR nuvens duvidosas em relação à sua independência”.

Qual é a opinião da senhora sobre o STF ter pedido para que a PGR investigue Bolsonaro por prevaricação?
Sabemos que a PGR só mandou investigar Bolsonaro por determinação do STF. A ministra Rosa Weber passou um sabão na procuradoria. A PGR não tem sido pródiga em querer investigar o presidente da República. Está fazendo por livre e espontânea pressão. A CPI tem que focar na compra da Covaxin nos próximos 15 dias, porque é dali que surgem uma série de outras consequências, não só para municiar a PGR na investigação, mas municiar também o TCU. Como temos prazo determinado e estamos mais adiantados, a CPI será instrumento de pressão para que os órgãos de controle avancem nas suas próprias investigações.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter