Sete meses e 3,2 bilhões de doses depois, vacinação contra Covid-19 ainda não chegou a 5 países - Plataforma Media

Sete meses e 3,2 bilhões de doses depois, vacinação contra Covid-19 ainda não chegou a 5 países

Burundi, Tanzânia, Eritreia, Haiti e Coreia do Norte sofrem com negacionismo e negligência.

Mais de 3,2 bilhões de doses de diversas vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas desde que a imunização começou no mundo, há sete meses, mas nenhuma delas chegou ao braço dos habitantes de cinco países.

Segundo dados oficiais da Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus corre desimpedido nos africanos Burundi, Tanzânia e Eritreia, no caribenho Haiti e na ditadura comunista asiática da Coreia do Norte.

Em comum, esses países adotaram uma mescla de negacionismo e negligência e ficaram para trás no esforço global para vencer uma doença que já matou cerca de 4 milhões de pessoas.

A atitude é vista com gravidade por especialistas na África, onde os índices de contaminação pelo coronavírus têm crescido rapidamente em países como África do Sul, Namíbia e Uganda.

O continente por enquanto registra baixos patamares de letalidade, respondendo até aqui por 147 mil óbitos, ou 3,7% do total mundial.

Há consenso por parte de especialistas, no entanto, de que as cifras estão bastante subestimadas, pela deficiência nos sistemas de registro de saúde dos países e pela opacidade dos dados oficiais.

“Temos uma série de dificuldades para acelerar a vacinação na África. Falta vontade política da comunidade internacional, mas não é apenas isso: não existe oferta global de doses suficiente, e há questões contratuais com laboratórios fabricantes que atrasam a distribuição aos países mais pobres”, diz a epidemiologista Ann Marie Kimball, professora emérita da Universidade de Washington, nos EUA.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
PortugalSociedade

Vagas para autoagendamento esgotadas em alguns concelhos portugueses

MundoPolítica

Oposição em Myanmar denuncia vaga de Covid "fora de controlo" e pede ajuda urgente à ONU

MundoSociedade

ONU alerta para risco de "catástrofe" em 2021 por atraso na vacinação de crianças

BrasilDesporto

Detetado foco de contágio de Covid no hotel dos atletas brasileiros no Japão

Assine nossa Newsletter