EDP e Agência do Ambiente alvo de buscas por alegada fraude na venda de barragens - Plataforma Media

EDP e Agência do Ambiente alvo de buscas por alegada fraude na venda de barragens

Em causa está a alegada fraude fiscal no negócio da venda das seis barragens da EDP, no Douro, ao consórcio liderado pela Engie.

A Agência do Ambiente e a EDP estão a ser alvo de buscas pelo Ministério Público e pela Autoridade Tributária, confirmou o Dinheiro Vivo junto de ambas as instituições. Em causa está a venda das seis barragens da EDP na bacia hidrográfica do Douro ao consórcio liderado pela Engie, negócio que tem gerado acusações de fraude fiscal.

“A EDP confirma que foi hoje alvo de uma operação de busca com a coadjuvação da Autoridade Tributária no âmbito da venda de um portfólio de seis barragens à Engie, por alegada fraude fiscal.
A EDP está a prestar toda a colaboração com as autoridades e mantém-se convicta de que a operação de venda cumpre todos os requisitos legais., disse ao Dinheiro Vivo fonte oficial da EDP.

A notícia foi inicialmente avançada pela Sic Notícias, que dava conta da existência de buscas também nos Ministérios do Ambiente e das Finanças, mas ambas as entidades negam.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter