Sector dos diamantes prevê mais de 4 mil empregos - Plataforma Media

Sector dos diamantes prevê mais de 4 mil empregos

As 65 concessões mineiras em actividade pelo país vão garantir, até 2022, com a entrada de novos projectos em curso, mais de quatro mil novos empregos, segundo dados disponibilizados pela Empresa Nacional de Prospecção, Exploração, Lapidação e Comercialização de Diamantes de Angola (ENDIAMA E.P).

Em termos de produção, para este ano, prevê-se um aumento de mais de um milhão de quilates de diamantes em relação a 2020, passando a oferta nacional para os 9,3 milhões.

Na província da Lunda-Sul, os investimentos em máquinas e na capacitação das pessoas estão também a movimentar a indústria diamantífera com melhor produtividade.

O exemplo vem da região do Luinga, onde a Sociedade Mineira descobriu, nos últimos dois anos, novos 14 kimberlitos, que se juntaram a outros anteriores sete (7), totalizando 21.

Como resultado, a Sociedade Mineira do Luinga, na mina de Camatchia, de 2017 a 2019, a produção era de até 70 mil quilates. Já em 2020, a produção chegou as 100 mil quilates.

Leia mais em Jornal de Angola

Assine nossa Newsletter