Bolsonaro prorroga atuação de militares na Amazônia e proíbe queimadas - Plataforma Media

Bolsonaro prorroga atuação de militares na Amazônia e proíbe queimadas

Uso de fogo não poderá ocorrer nos próximos 120 dias e GLO ambiental estará em vigor até 31 de agosto.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prorrogou por mais dois meses a presença de militares na Amazônia para o combate a crimes ambientais.

O prazo da chamada GLO (Garantia da Lei e da Ordem) ambiental começa nesta segunda-feira (28) e vai até 31 de agosto.

De acordo com comunicado divulgado pelo Planalto, os militares atuarão num conjunto de municípios específicos em situação problemática e em áreas da União, como terras indígenas e unidades federais de preservação. O efetivo das Forças Armadas poderá ser empregado em outros locais, mas o governador do estado precisará fazer uma requisição ao presidente da República.

O governo Bolsonaro tem recorrido às Forças Armadas para ações de fiscalização na Amazônia desde a onda de queimadas registrada no bioma em 2019.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
BrasilPolítica

STF rebate Bolsonaro sobre combate da pandemia e diz que 'uma mentira contada mil vezes não vira verdade'

BrasilCabo Verde

PR de Cabo Verde vai encontrar-se com Bolsonaro para atrair mais investimento brasileiro

BrasilPolítica

Bolsonaro muda discurso sobre fundão eleitoral e sinaliza apoio

BrasilEntrevista

Vice da Câmara diz-se na trincheira contra Bolsonaro e que estuda aval para abrir impeachment como interino

Assine nossa Newsletter