Covid-19: Número de novos casos em Díli caiu significativamente - Plataforma Media

Covid-19: Número de novos casos em Díli caiu significativamente

Os novos casos de covid-19 e a taxa de incidência em Díli, que viveu em abril e maio um grande surto, caíram significativamente, mas as infeções estão a aumentar fora da capital, segundo o último boletim epidemiológico.

O boletim, divulgado hoje, mostra que na semana entre 14 e 20 de junho se registaram em Timor-Leste 422 novos casos de infeção, o menor número semanal desde final de abril.

“Os números de casos diários em Timor-Leste caíram recentemente. Isso deve-se principalmente à queda de novos casos em Díli, onde muitas pessoas já foram infetadas e onde as taxas de vacinação são elevadas”, indica o boletim.

Em contrapartida, “o número de casos está a aumentar noutros municípios, incluindo Baucau, Bobonaro, Covalima, Ermera, Manatuto e Viqueque”, segundo o documento.

A análise, com base em modelagem epidemiológica, foi feita num relatório preparado pelo Pilar 3 do Ministério da Saúde, em conjunto com a Força-Tarefa para Prevenção e Mitigação da covid-19 da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

O Instituto Nacional de Saúde timorense, a Organização Mundial de Saúde (OMS), as Equipas de Apoio Médico Australiano (AusMAT) e a Menzies School of Health Research, instituição que apoia o Laboratório Nacional timorense em Díli nos testes à covid-19, também participam no estudo.

Os dados mostram que a taxa de incidência da doença na semana analisada foi mais elevada em Baucau, a segunda cidade do país, com 11,1 casos por 100 mil habitantes, em contraste com Díli, onde a incidência foi de 10,2.

Na semana analisada, cerca de 290 dos 5.360 testes realizados no Laboratório Nacional tiveram resultados positivos (5,4%), comparativamente com os 6,7% registados na semana anterior.

O processo de vacinação está a contribuir para a queda no número de novos casos, com um total de 125.952 pessoas a receberem a primeira dose (16,7% da população com mais de 17 anos), tendo a primeira dose sido administrada a 45% da população na capital.

“Cerca de 40% das pessoas em grupos de elevado risco já receberam a vacina”, indica-se no boletim.

Até 19 de junho, já tinham recebido a segunda dose um total de 16.957 pessoas, o que corresponde a 2,2% da população com mais de 18 anos.

Entre as recomendações, o boletim defende que se continue a acelerar o processo de vacinação e a aplicar medidas sanitárias preventivas, com um aumento dos testes nos municípios fora de Díli, onde os casos estão a aumentar, para tentar travar a transmissão.

Timor-Leste tem atualmente 1.059 casos ativos, registando 19 mortes e um total de 8.707 casos acumulados desde o início da pandemia.

Díli regista o maior número de casos ativos (661), seguindo-se Baucau (295) e Bobonaro (173), com casos ativos em todos os municípios do país e na Região Administrativa Especial de Oecusse-Ambeno (RAEOA).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.862.364 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Related posts
PortugalSociedade

Covid-19: Primeiras vacinas enviadas por Portugal chegam a Timor-Leste

PortugalSociedade

Vacinas oferecidas por Portugal chegam a Díli a 20 de julho

SociedadeTimor-Leste

Austrália envia mais 40 mil doses de vacina para Timor-Leste

EconomiaPolítica

Covid-19: Orçamento em Timor-Leste tentará ser de retoma pós-pandemia

Assine nossa Newsletter