Angola joga final inédita no Africano de andebol - Plataforma Media

Angola joga final inédita no Africano de andebol

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol entra amanhã, no Palácio dos Desportos de Yaoundé, para disputar a 15ª final do Campeonato Africano das Nações, CAN, com o objectivo de erguer pela 14ª vez o troféu continental, quando defrontar a similar dos Camarões.

Angola e Camarões venceram, ontem, Tunísia e Congo Brazzaville, nas meias-finais da competição, que decorre desde o dia 8 no Palácio dos Desportos. As anfitriãs venceram o Congo, por 22-21, ao passo que as Pérolas bateram a Tunísia, por 27-23.

Das catorze vezes que as Pérolas de África chegaram à decisão apenas uma vez não trouxeram a Taça para casa, mantendo um domínio iniciado em 1989, por uma geração onde despontavam craques como Palmira Barbosa, Fábia Raposo, as irmãs Ceita, Ana Paula do Sacramento Neto, actual ministra da Juventude e Desportos, Paula Silva, entre outras, que se prolongou sem interrupção, com o contributo de outras que se seguiram, até ao longínquo ano de 1991, que depois só voltaram a falhar uma final em 2014, quando ocuparam o terceiro lugar da competição, por culpa da Tunísia, que as afastou, relegando-as para o terceiro lugar, posto que também ocuparam em 1996, antes de iniciarem a saga vitoriosa e a conquista da hegemonia no continente.

Para chegar à 15ª presença na final Angola derrotou Cabo Verde, Congo, na fase preliminar, e República Democrática do Congo. A Selecção venceu ontem, com muitas dificuldades, a aguerrida e jovem equipa da Tunísia, num jogo onde o triunfo só foi alcançado no prolongamento.

Assine nossa Newsletter