Investimento no SNS permitiu retorno de 6,8 mil milhões para a economia - Plataforma Media

Investimento no SNS permitiu retorno de 6,8 mil milhões para a economia

O retorno foi superior (mais 1,4 mil milhões) ao valor apurado em 2019 (5,4 mil milhões).

O investimento no Serviço Nacional de Saúde em 2020 permitiu um retorno de 6,8 mil milhões de euros para a economia, tendo em conta o impacto dos cuidados de saúde no absentismo e na produtividade, conclui um estudo divulgado esta terça-feira.

“É um valor impressionante, significa que num só ano cerca de metade do investimento que é realizado no SNS é imediatamente retornado para a sociedade. Curiosamente, num ano em que existiu perda de atividade, o valor até foi ampliado”, afirmou o coordenador do estudo da Nova Information Management School (NOVA-IMS), Pedro Simões Coelho.

Em declarações à agência Lusa, Pedro Simões Coelho explicou: “Em primeiro lugar, há uma perda de atividade, mas muitas pessoas continuaram a beneficiar do SNS. Por outro lado, o SNS inclui também as terapêuticas e medicamentos que o Estado comparticipa (…). Por ultimo, este valor dos 6,8 mil milhões inclui os doentes Covid-19, que foram quase um milhão e o SNS teve um contributo muito grande para a redução do seu absentismo e para a melhoria da sua produtividade”.

Segundo os dados do Índice de Saúde Sustentável, desenvolvido pela NOVA-IMS, este retorno foi superior (mais 1,4 mil milhões) ao valor apurado em 2019 (5,4 mil milhões).

Leia mais em TSF

Related posts
PortugalSociedade

Portugal abre de 1.600 vagas para colocação de médicos recém-especialistas

PolíticaPortugal

Marcelo condecora SNS com a mais importante Ordem Honorífica

EconomiaPolítica

CIP acusa o Governo português de asfixiar financeiramente o SNS

PortugalSociedade

Portugueses dão nota positiva às vacinas e confiam mais no SNS e no Governo

Assine nossa Newsletter