A guerra das salsichas: tensão aumenta entre Reino Unido e UE - Plataforma Media

A guerra das salsichas: tensão aumenta entre Reino Unido e UE

A exportação para a Irlanda do Norte de salsichas e outras carnes processadas provenientes da Grã-Bretanha está em risco de ser banida e só um acordo entre Londres e Bruxelas até ao final do mês pode salvar cachorros e hambúrgueres britânicos. Os ingleses dizem que o caso é “absurdo” e pedem explicações à União, que está a apertar o cerco.

As salsichas produzidas na Grã-Bretanha poderão, em breve, ser proibidas de entrar na Irlanda do Norte. Isto porque as regras de segurança alimentar da União Europeia, a que o país obedece, não permitem a entrada no mercado europeu de produtos de carne processada com origem em Estados não-membros, como o Reino Unido.

O problema, que se estende a outros produtos alimentícios, está numa parte do acordo do pós-Brexit chamada Protocolo da Irlanda do Norte, que o Reino Unido e a União Europeia negociaram e que entrou em vigor em janeiro deste ano. Para evitar uma fronteira física com a vizinha República da Irlanda (membro da União Europeia), o protocolo mantém a Irlanda do Norte (o único país do Reino Unido não situado na Grã-Bretanha) no mercado europeu e na união aduaneira de mercadorias, estipulando controlos sobre alguns produtos que aí chegam provenientes de Inglaterra, Escócia e País de Gales.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter