Duzentas mil pessoas sem água devido à erupção de vulcão na RDCongo - Plataforma Media

Duzentas mil pessoas sem água devido à erupção de vulcão na RDCongo

A lava expelida destruiu as casas de pelo menos 21 mil pessoas, derreteu as principais condutas de água da cidade e um reservatório de cinco mil metros cúbicos, expondo milhares de habitantes a doenças transmitidas pela água.

Pelo menos 200.000 pessoas, incluindo 100.000 crianças, continuam sem acesso a água corrente em Goma, no nordeste da República Democrática do Congo (RDCongo), em consequência da recente erupção do vulcão Nyiragongo, advertiu esta terça-feira a Unicef.

A lava libertada durante a erupção, a 22 de maio, causou 32 mortes, e destruiu, segundo a União Europeia, as casas de pelo menos 21 mil pessoas, derreteu as principais condutas de água da cidade e um reservatório de cinco mil metros cúbicos, expondo milhares de habitantes a doenças transmitidas pela água.

“A cólera é particularmente perigosa para os jovens, os idosos e os subnutridos, pelo que um surto pode ter consequências desastrosas para as crianças”, alertou Hye Sung, especialista em situação de emergência do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), numa declaração divulgada esta terça-feira.

Duas semanas após a catástrofe natural, o número de distritos da cidade sem abastecimento de água foi reduzido de 12 para quatro, graças à instalação de uma válvula de desvio, e espera-se que apenas dois fiquem sem água quando uma segunda válvula for instalada no final desta semana.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter