O segundo adeus de Zidane ao Real. Quatro nomes na linha de sucessão - Plataforma Media

O segundo adeus de Zidane ao Real. Quatro nomes na linha de sucessão

Época sem títulos precipitou saída do treinador francês. Agora caberá a Florentino Pérez decidir entre a experiência (Conte e Pochettino) e a ligação sentimental (Raúl e Xabi Alonso).

A notícia não foi propriamente uma surpresa, porque há algum tempo que se falava desta possibilidade, mas ontem tornou-se oficial. Zinedine Zidane, 48 anos, decidiu deixar o comando do Real Madrid apesar de ter mais um ano de contrato. Foi a segunda vez (terceira se contarmos com a sua etapa de jogador) que o francês bateu com a porta depois de em 2018 ter renunciado poucos dias depois de ter conquistado o terceiro título consecutivo na Liga dos Campeões, com os espanhóis a baterem na final o Liverpool por 3-1.

A época desgastante, sem troféus, e sobretudo o título espanhol perdido para o rival Atlético, são algumas das justificações para a renúncia do treinador, que tinha o apoio da maioria dos pesos pesados do balneário e até da direção presidida por Florentino Pérez, que queria que o treinador cumprisse o contrato até 2022. Mas Zidane achou que era a hora de sair e dar o seu lugar a outro.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter