Documentos mostram 24 reuniões com atuação de ‘ministério paralelo’ na pandemia - Plataforma Media

Documentos mostram 24 reuniões com atuação de ‘ministério paralelo’ na pandemia

De acordo com documentos da Casa Civil enviados à CPI da Covid no Senado, ao menos 24 reuniões tiveram a presença de pessoas consideradas de confiança do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para tratar de temas relacionados à condução da pandemia de Covid-19, e que não fazem parte da estrutura do Ministério da Saúde. As informações são da Folha.

O ‘ministério paralelo’, como vem sendo chamado esse grupo de pessoas, tem nomes como os dos filhos 01 e 02 do presidente, o senador Flávio (sem partido) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), do deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), do assessor especial da Presidência Tercio Arnaud, do ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten e da médica Nise Yamaguchi, defensora do uso de remédios ineficazes para tratamento da Covid-19, como a hidroxicloroquina.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter