Quatro anos após confessar abuso sexual, Kevin Spacey volta a trabalhar em filmes - Plataforma Media

Quatro anos após confessar abuso sexual, Kevin Spacey volta a trabalhar em filmes

Kevin Spacey foi confirmado no elenco do filme italiano L’uomo Che Disegno Dio (O Homem Que Desenhou Deus, em tradução livre), de Franco Nero.

O ator assumiu há quatro anos ter cometido abusos sexuais com diversos colegas de profissão, alguns deles menores de idade. Na época, ele foi demitido da série “House Of Cards”, da Netflix. Mesmo assim, parece que a mídia já esqueceu o escândalo ao voltar a escalá-lo para algumas produções.

O ator não foi condenado pelos abusos, mesmo tendo confessado os crimes. Ele revelou ser gay e pediu desculpas pelo que aconteceu entre 1995 e 2013. O último trabalho de Kevn Spacey foi em “O Clube dos Meninos Bilionários”, de 2018. Na última entrevista de Spacey, que foi em 2020 ao podcast Bits & Pretzels, o ator comparou seu afastamento do trabalho por causa do escândalo com as pessoas que perderam seus empregos por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Ainda acredito que muitas das dificuldades emocionais são praticamente as mesmas. Por isso eu tenho empatia por como é, de repente, te falarem que você não pode voltar ao trabalho ou que você pode perder seu emprego”, disse.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter