Mensagens antivacina de Bolsonaro e aliados minaram esforços contra Covid, diz estudo - Plataforma Media

Mensagens antivacina de Bolsonaro e aliados minaram esforços contra Covid, diz estudo

Análise de manifestações no Twitter sugere campanha de descrédito contra Coronavac em 2020.

Mensagens do presidente Jair Bolsonaro e de seus seguidores nas redes sociais insuflaram uma onda de ataques à Coronavac num período crítico para o desenvolvimento da vacina, segundo um estudo que examinou milhões de publicações feitas desde o início da pandemia do coronavírus.

O trabalho sugere que a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac foi alvo de uma campanha de descrédito em outubro, quando um acordo do Ministério da Saúde para comprar milhões de doses da Coronavac foi cancelado após Bolsonaro atacar a iniciativa.

Para os autores do estudo, ligados à Rede de Pesquisa Solidária, a torrente de mensagens nas redes sociais e o cancelamento do acordo, que previa compra de 46 milhões de doses do imunizante, disseminaram dúvidas sobre a segurança e a eficácia da vacina e atrasaram seu desenvolvimento.

O Ministério da Saúde anunciou o acordo com o instituto de São Paulo em 20 de outubro do ano passado, três semanas após a divulgação de estudos que comprovaram a segurança da Coronavac. No dia seguinte, Bolsonaro afirmou que mandara cancelar a compra, e o ministério recuou do acordo.

Os estudos que demonstraram a eficácia do imunizante e permitiram que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizasse seu uso no país foram concluídos em dezembro. O ministério contratou a compra de 100 milhões de doses da Coronavac após o sinal verde da Anvisa, em janeiro.

A análise da Rede de Pesquisa Solidária mostra que o interesse pelo avanço no desenvolvimento da Coronavac provocou um aumento expressivo das discussões sobre ela no Twitter entre setembro e novembro e aponta as mensagens anti-vacina como principais responsáveis por esse crescimento.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
BrasilSociedade

Brasil poderia ter salvo 20 mil vidas por mês com vacinação mais acelerada

BrasilPolítica

Bolsonaro avança na sua estratégia de ameaçar as eleições de 2022

BrasilPolítica

Após anúncio de Bolsonaro, Queiroga diz que para dispensar máscara é preciso vacinar população

BrasilPolítica

Bolsonaro diz que Brasil pode ser um dos países com menos mortes por covid

Assine nossa Newsletter