UE aprova primeiro produto derivado de insetos para consumo humano - Plataforma Media

UE aprova primeiro produto derivado de insetos para consumo humano

A estratégia Do Prado ao Prato identifica os insetos como uma fonte alternativa de proteínas que pode apoiar a transição da UE para um sistema alimentar mais sustentável.

A farinha produzida a partir de larvas de um escaravelho foi esta terça-feira aprovada para consumo humano polis Estados-membros da União Europeia (UE), segundo uma recomendação do executivo comunitário.

A farinha de Tenebrio (larva de farinha), um ‘novo alimento’, também conhecida como “farinha amarela” é a primeira autorização de comercialização na UE de produtos derivados de insetos, depois de a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos ter dado luz verde à farinha.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter