Covid-19 estimula o comércio eletrónico mas não em todos os setores - Plataforma Media

Covid-19 estimula o comércio eletrónico mas não em todos os setores

As restrições relacionadas à covid-19 provocaram um grande estímulo para o comércio eletrônico no ano passado, mas não para todas as empresas, de acordo com uma pesquisa da ONU.

Em um estudo, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês) observa que o setor registrou um “avanço espetacular” em um contexto de restrições de deslocamento, apesar de a pandemia ter destruído setores inteiros da economia.

Mas efeitos negativos da pandemia foram registrados nos serviços de compartilhamento de veículos ou de viagens, indica a instituição, que baseia o relatório em estatísticas de sete países (Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Singapura, Reino Unido e Estados Unidos) e que representam quase dois terços das vendas online de empresas ao consumidor (chamadas B2C).

Os dados relativos a estes países mostram que as vendas no varejo online aumentaram 22,4% ano passado, a 2,45 trilhões de dólares, enquanto em 2018-2019 havia registrado avanço de 15,1%.

Leia mais em Istoé

Assine nossa Newsletter