YouTube remove vídeo de Bolsonaro que defendia uso da hidroxicloroquina - Plataforma Media

YouTube remove vídeo de Bolsonaro que defendia uso da hidroxicloroquina

O YouTube removeu uma das lives do presidente Jair Bolsonaro em que ele defendia o uso da hidroxicloroquina contra o coronavírus.

No vídeo publicado em 14 de janeiro, o ex-ministro Eduardo Pazuello, que deve ser ouvido na CPI da Covid, defende o tratamento precoce e diz que os medicamentos têm que estar presentes na rede pública.  

Bolsonaro afirma que pediu para que Mandetta, o primeiro ministro da Saúde dos quatro que passaram na sua gestão, mudasse o protocolo para que a hidroxicloroquina pudesse ser receitada pelos médicos. Desde a saída de Mandetta, estudos provaram que o remédio é ineficaz contra o coronavírus.

Leia mais em Band

Assine nossa Newsletter