Macau regista dia com maior número de visitantes desde o início da pandemia - Plataforma Media

Macau regista dia com maior número de visitantes desde o início da pandemia

Macau registou na sexta-feira 34.353 visitantes, o número mais elevado desde o início da pandemia, anunciou a Direção dos Serviços de Turismo.

“A observação dos dados estatísticos permite verificar que o número de visitantes mostra uma tendência para um aumento gradual”, indicaram as autoridades em comunicado.

De 09 a 15 de abril, o território acolheu 191.828 visitantes, uma média diária de 27.404 pessoas, e uma taxa média de ocupação hoteleira foi de 61,0%.

“Com a situação epidémica no Interior da China e em Macau a permanecer estável, e a retoma da emissão de documentos de viagem turísticos para os residentes do Interior da China viajarem para Macau, a Direção dos Serviços de Turismo tem aproveitado a oportunidade para levar a cabo ações promocionais online e offline direcionadas ao mercado do Interior da China, enfatizando a divulgação da mensagem de que ‘Macau é um destino saudável e seguro para visita’”, na expectativa de impulsionar a subida gradual do número de visitantes de Macau, para que o setor do turismo recupere gradualmente”, lê-se na mesma nota.

Na quinta-feira, a diretora dos Serviços de Turismo (DST) indicou que o Governo de Macau está a planear mais seis ações de promoção turística do território na China para atrair turistas chineses.

“Estamos a planear mais seis ‘semanas de Macau’ [ações de promoção turística] no interior da China antes dos feriados do dia nacional da China”, que se assinala em 01 de outubro, disse Maria Helena de Senna Fernandes, em conferência de imprensa.

“Para os turistas oriundos do Interior da China, sendo este o único mercado em que podemos trabalhar neste momento, estamos a agendar mais mega promoções, como as semanas de Macau”, adiantou a responsável.

Antes da pandemia, em 2019, Macau recebeu quase 40 milhões de visitantes.

O território diagnosticou o primeiro caso de covid-19 no final de janeiro de 2020, contabilizando até agora apenas 49 casos, nenhum dos quais ativo, não tendo registado nenhuma morte provocada pela covid-19.

Assine nossa Newsletter