Portugal fora de tendência europeia "preocupante" de infeções e mortes - Plataforma Media

Portugal fora de tendência europeia “preocupante” de infeções e mortes

A União Europeia regista média de 500 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, que deverão levar a subidas nas mortes, prevê o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), indicando que Portugal foge à regra.

“Avaliando com base em todos os indicadores, a situação na grande maioria dos países da UE é motivo de grande preocupação, exceto em alguns países, e Portugal está entre aqueles em que consideramos que a situação é estável”, afirmou em entrevista à agência Lusa o responsável pela unidade de Emergência de Saúde Pública do ECDC, Piotr Kramarz.

Ressalvando que esta análise tem por base a taxa de notificação de casos de covid-19 a 14 dias, o também chefe-adjunto do programa de doenças do ECDC observou que “este número já é de 500 por 100 mil habitantes como média para a União Europeia, o que é muito elevado”.

“E tem vindo a aumentar nas últimas seis semanas, pelo que há cada vez mais casos reportados” ao nível europeu, acrescentou.

Segundo Piotr Kramarz, com “a taxa crescente de casos relatados […] é de esperar que, dentro de algumas semanas, ou talvez mesmo na próxima semana, se comece também a ver um aumento da mortalidade”, isto numa altura em que o número de internamentos e de entradas nos cuidados intensivos “permanece muito elevado”.

Fora deste contexto está Portugal, de acordo com o especialista: “Depois de alguns aumentos bastante acentuados em fevereiro, os casos notificados em Portugal têm vindo a diminuir”.

Leia mais em Jornal de Notícias

Related posts
PortugalSociedade

Infeção por covid-19 cresceu mais nos jovens dos 10 aos 20 anos em Portugal

PolíticaPortugal

Governo português pode antecipar nova fase do desconfinamento já para este sábado

PortugalSociedade

Portugueses dão nota positiva às vacinas e confiam mais no SNS e no Governo

PortugalSociedade

Marcelo avisa que não hesitará em propor novo estado de emergência se necessário

Assine nossa Newsletter